No início da tarde de ontem, a ocupação recebeu um telefonema do superintendente do INCRA-SP, Wellington Diniz, solicitando uma reunião com o movimento. Como mais uma atividade na ocupação, foram realizadas intervenções político-culturais e plenária com aliados. Na abertura, houve uma paralisação da rua em frente ao prédio ocupado, com distribuição de panfletos ao som da Fanfarra do Movimento Autônomo Libertário.

Em seguida, deu-se início ao ato político de solidariedade à luta dos assentados e assentadas. A ideia era que diferentes organizações aliadas compartilhassem suas experiências de luta, análises de conjuntara e a importância da mobilização do Milton Santos neste contexto. No auditório lotado, estiveram presentes parlamentares e dezenas de movimentos sociais, grupos culturais e estudantis. Foram feitas falas de apoio e discutido meios de como fortalecer a luta!

Estiveram presentes na Plenária: Deputado federal Ivan Valente (PSOL), Deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL), Deputado estadual Adriano Diogo (PT), Vereador Toninho Véspoli (PSOL), MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), MPL (Movimento Passe Livre de São Paulo), Cooperativa Paulista de Teatro, SINTUSP (Sindicado dos Trabalhadores da Universidade Federal de São Paulo), Comitê de apoio aos Guarani-Kaiowás, Tribunal Popular, PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados), CSP-Conlutas (Central Sindical e Popular Conlutas), Movimento Terra Livre, MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), Movimento autônomo socialismo libertário, DCE USP (Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de São Paulo), Coletivo Rompendo Amaras, Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal, Quilombo Raça e Classe, Fabrica Ocuada Flasko, Sinsprev (Sindicato da Saúde e da Previdência de São Paulo), Movimento Luta Popular, Comitê contra o genocídio da juventude negra e pobre, Fórum Popular de Saúde, ITCP UNICAMP (Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares), ANEL (Assembleia Nacional dos Estudantes Livres).

Você pode ajudar indo até o INCRA e conhecendo a história de vida dessas famílias (porque a TV não vai te contar a verdade). Você pode ocupar também o INCRA. Você pode propor alguma atividade que dialogue com a luta dessas famílias e realiza-la na ocupação, no assentamento ou em qualquer lugar. Você pode contar pra outras pessoas a injustiça que essas famílias estão sofrendo.

O INCRA é localizado na Rua Doutor Brasílio Machado, 203, Santa Cecília, próximo ao metrô Mal. Deodoro.

Você pode saber mais sobre o assentamento através do site: http://www.assentamentomiltonsantos.com.br/ Ou da página no facebook: https://www.facebook.com/AssentamentoMiltonSantos?group_id=0